FOLLOW US

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

© 2017 All rights reserved // powered by doisigualatres.com.

"Onda de frio"

 

 

 

"A temperatura a subir no termómetro e nas mãos, os gelados a derreter-se. Quais as melhores gelatarias do Porto e do Norte do País?"

 

"Na Baixa…

 

Ao contrário do que muitos clientes julgam, de Itália a Sincelo apenas retirou inspiração para os gelados. O nome é bem português - e diz respeito aos pedaços de gelo que ficam suspensos nas árvores e nos beirais, depois do orvalho ou da chuva miúda. Uma vitrina mostra algumas das especialidades da gelataria, famosa pelas suas taças, crepes e panquecas. A imagem é apelativa e rapidamente nos perdemos na lista de 55 sabores, de textura cremosa e ingredientes naturais de qualidade. A confeção, essa, é guardada no segredo dos deuses. Em Setembro, a Sincelo comemora 25 anos de atividade. "Tenho clientes que começaram a namorar aqui, casaram e agora trazem os filhos", garante António Torres, um dos três fundadores. Mantém-se o estilo retro do cenário, com gravuras da velha cidade, cadeiras de pele vermelha e candeeiros em forma de cascata. É uma casa à moda antiga, servida por empregados de farda e trato correto a oferecerem copos de água fresca para atenuar o travo doce. "Nunca precisei de fazer publicidade, os melhores reclames são os clientes", afirma Torres. De facto, apesar dos problemas provocados pela desertificação da Baixa do Porto, a Sincelo conseguiu reunir um grupo significativo de fiéis, que não resiste à tentação de se deslocar propositadamente à Rua de Ceuta. "A casa sobrevive e trabalha por causa dos clientes antigos, não vive dos passantes."

 

Please reload